Dicas de como ser uma ótima babá - Coletivo Crescer

Atualizado: 27 de Jul de 2020

Qual é a babá que não gostaria de ter um emprego em que fosse reconhecida pela sua atuação profissional, elogiada e bem remunerada? Todas gostariam, não é mesmo? Então, seguem algumas dicas de como ser uma ótima babá:



1- Torne-se um exemplo para a criança que cuida.

Os bebês e as crianças são imitadores natos, ou seja, eles aprendem a partir das observações que fazem das pessoas que o cercam, e sem dúvida a babá é uma importante referência. Então, fique sempre muito atenta à sua postura profissional.

2- A importância da profissional gostar de brincar.

O mundo da criança é formado por brincadeiras, é a partir do brincar que a criança aprende, se descobre, descobre o mundo, se socializa. A babá precisa ter um repertório de atividades direcionados para cada faixa etária.

3- Seja curiosa sobre o mundo da criança.

Observe e fique atenta para entender o que desperta interesse na criança que está cuidando. Isso ajudará muito na vinculação e interação com a criança. Ao iniciar em um novo emprego pergunte aos pais quais são os jogos, brincadeiras, músicas, livros, personagens favoritos dessa criança.

4- Não deixe por muito tempos as crianças expostas a dispositivos eletrônicos, como TV, celular, tablet.

Entenda com a família como eles procedem em relação a esse ponto. Mas lembre-se que é extremamente importante o equilíbrio com outras atividades, como as brincadeiras ao ar livre, de bola, bicicleta, pular corda, dentre tantas outras.

5- Seja paciente. Cuidar de uma criança exige muito nesse quesito.

E elas testam limite o tempo todo, principalmente das pessoas que mais convivem com ela. E lembre-se que você nunca pode agredir verbal ou fisicamente uma criança. Além de ser crime, pode prejudicar muito no desenvolvimento emocional.

6- Fique sempre atenta à criança.

Hoje as pesquisas mostram que o maior número de mortes são causados por acidentes, e que na maior parte das vezes eles acontecem dentro de casa e podem ser evitados se tiver uma efetiva supervisão de um adulto. Verifique o ambiente de trabalho, se não oferece riscos, como tomadas, quinas, varandas, sacadas, janelas sem nenhum tipo de proteção. Produtos de limpeza ou medicação ao alcance das crianças. Se for necessário, converse com os pais.

7- Evite ao máximo utilizar o celular para uso pessoal.

Use apenas como uma ferramenta de trabalho, ou nos intervalos do serviço.

8 - Faça da organização uma aliada do trabalho.

Deixe sempre os armários de roupas e sapatos organizados. Mochilas já prontas, para não precisar arrumar tudo em cima da hora e com pressa.

9 – Semanalmente faça uma lista com os itens que estão acabando,

como algodão, cotonete, fralda, leite, alimentos para serem preparados. Não deixe acabar para solicitar aos patrões.

10 – Cuidado com as negociações que faz com a criança.

Esse é um artifício muito comum na relação dos adultos com as crianças, e não tem problema, desde que ocorra sem exageros e que tudo o que foi prometido seja cumprido.

11- Atenção e cuidado com a própria higiene.

Lave constantemente as mãos, mantenha de preferência os cabelos presos, unhas aparadas e sem esmalte ou apenas com esmalte bem clarinho. Ao chegar ao local de trabalho troque de roupa e tenha sempre algumas peças de roupa ou uniforme separados somente para o trabalho.

12- Evite ao máximo atrasar ou faltar,

mas se for necessário, avise com o máximo de antecedência.

85 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo